Escrevendo para as coletâneas por ai

Publicação: 9 de janeiro de 2012

Para quem quer arriscar ser publicado por aí, tem várias antologias abertas que valem a pena escrever, tanto para correr o risco, como pelo exercício.

Começo pelas da Estronho. Porque eu achoo máximo o cuidado estético dos livros deles e porque precisava começar por algum lugar.

Até dia 20 de maio, Malditas – As casas tem atmosfera.  35 mil caracteres para falar de casas mal assombradas. Leiam aqui a apresentação e o regulamento.

Dia 01 de junho termina o prazo para uma das chamadas mais interessantes que eu vi. Uma cidade de aberrações pós segunda guerra mundial? Suburbia tem esse mote e euestou encarando como um maravilhoso desafio. Leiam tudo que precisam saber aqui. 35mil caracteres também, assim como…

A terceira antologia para mulheres escritoras, E se Al Capone fosse mulher? tem a máfia como tema. Antes que alguém venha com mimimi, eu acredito e apoio ações positivas, e no meio do machismo que impera na literatura até hoje, é bom ver iniciativas como essa. Leiam aqui o regulamento e a premissa.

E por fim a Série Terrir vale ir lá no site para ver os detalhes. Humor, inclusive quadrinhos, tendo a literatura fantástica como tema. Cada volume tem suas próprias datas e temática, então fucem aqui neste link para ver tudo.

 

Falando em iniciativas louváveis, a Tarja Editorial é o lar da série Fantástica Literatura Queer. Literatura fantástica com diversidade sexual, não preciso dizer que acho o máximo. A proposta ótima, que já rendeu dois livros, está pegando submissões para o próximo volume até dia 1º de março, contos de 5 a 25 páginas (com fonte 12 e espaçamento simples).  Aqui tem todos os detalhes.

Oooook,fucei no blog da Draco e achei várias antologias abertas para submissões, então vamos lá.

A Draco está com uma que eu achei particularmente divertida: 3 a 12 mil palavras para escrever sobre super heróis, de preferência com um “tempero lusófono”. Melhor ainda, eles recebem submissões até 31 de março porque pretendem lançar na Fantasticon 2012.  CLicando aqui você vai para o post com as infos.

Também com a mesma data limite e mesma previsão de lançamento, SOlarpunk tem como objetivo focar uma sci fi baseada em energias alternativas. A proposta é para botar os neurônios em funcionamento (méh, não que eu vá precisar viajar muito, meu romance mistura steampunk com energia solar, hehehehe) já que é inesperada. Clicando aqui tem o link para ver mais detalhes. 4 a 10 mil palavras e lusofonia na veia.

Com o mesmo tamanho vem a proposta do Clube de Leitores de Ficção Científica junto com a  editora Draco, com a coletânea Brasil Fantástico, 4 a 10 mil palavras sobre fantasia brasiliana, com nosso folclore dando o tom. Saiba mais aqui.

(o que me lembra que preciso postar aqui no blog o conto que escrevi e não passou na Quando o saci encontra os mestres do terror da Estronho.)

Acho que Excalibur é um nome auto explicativo. Ciclo arturiano com 4 a 12 mil palavras. Eu nãoachei a data limite em lugar nenhum, mas olhem no link que eu posso estar sendo pata já que são5 e 40 da manhã.

 

A  Infinitum está chamando para um e-book chamado Terra da Magia, de fantasia misturada com mitologia brasileira. 8 mil caracteres de limitação e maiores informações no link.

E a Infinitum Libris junto com a Technofantasy estão com inscrições abertas até 15 de abril para Eu,Monstro, contos em primeira pessoa sobre criaturas monstruosas. Esse vai ser e-book e papel o resultado e os contos devem ter entre 14 e 24 mil caracteres. Leia mais neste link aqui.

A editora Literata tem uma antologia sobre anjos e seres celestiais, até15 de fevereiro, com limite de 10 mil caracteres. Informações clicando aqui.

 

Existem outras antologias abertas? Existem. Algumas eu posso ter não colocado por leseira minha,  me avisem que atualizo. Por outro lado, acho canalha você chamar submissões e cobrar custos de edição ou forçar a venda de não sei quantos exemplares depois, então não coloco essas.  Se for para pagar a gente se organiza e não pega uma chamada pública. Sei lá. Opinião minha, mas como o blog é meu mesmo, rs, divulgo o que eu quero.

Não tenho relação nenhuma com as editoras além do meu papel de leitora e espero que isso seja útil para a galera que escreve.

 

 


Tags , , , , ,
Categorias Linkando loucamente, o mundo lá fora

Deixe um Comentário